Pin It

Computadores e Internet

História da Memória do Computador

História da Memória do Computador

A memória do tambor, uma das primeiras formas de memória do computador, usava o tambor como uma parte funcional, com dados carregados no tambor.

O tambor era um cilindro de metal revestido com um material ferromagnético gravável. O tambor também tinha uma linha de cabeças de leitura e gravação que escrevia e depois lia os dados gravados.

A memória do núcleo magnético (memória núcleo de ferrite) é outra forma inicial de memória do computador. Anéis de cerâmica magnética chamados núcleos, armazenavam informações usando a polaridade de um campo magnético.

A memória semicondutora é a memória do computador com a qual todos estamos familiarizados, a memória do computador em um circuito integrado ou chip.

Referida como memória de acesso aleatório ou RAM, permite que os dados sejam acessados ​​aleatoriamente, não apenas na sequência em que foram gravados.

A memória de acesso aleatório dinâmica (DRAM) é o tipo mais comum de memória de acesso aleatório (RAM) para computadores pessoais.

Os dados que o chip DRAM contém devem ser atualizados periodicamente. Memória de acesso aleatório estático ou SRAM não precisa ser atualizada.

Linha do tempo da memória do computador

1834 – Charles Babbage começa a construir seu “Mecanismo Analítico”, um precursor do computador. Ele usa memória somente leitura na forma de cartões perfurados.

1932 – Gustav Tauschek inventa a memória de tambores na Áustria.

1936 – Konrad Zuse solicita uma patente para que sua memória mecânica seja usada em seu computador. Esta memória de computador é baseada em peças de metal deslizantes.

1939 – Helmut Schreyer inventa um protótipo de memória usando lâmpadas de néon.

1942 – O Atanasoff-Berry Computer possui 60 palavras de memória de 50 bits na forma de capacitores montados em dois tambores giratórios. Para memória secundária, usa cartões perfurados.

1947 – Frederick Viehe, de Los Angeles, solicita uma patente para uma invenção que usa memória de núcleo magnético. A memória do tambor magnético é inventada independentemente por várias pessoas:

  • Um Wang inventou o dispositivo de controle de pulso magnético, o princípio no qual a memória do núcleo magnético é baseada.
  • Kenneth Olsen inventou componentes vitais de computador, mais conhecidos pela patente “Memória Magnética de Núcleo”, patente nº 3.161.861 e co-fundador da Digital Equipment Corporation.
  • Jay Forrester foi pioneiro no desenvolvimento inicial de computadores digitais e inventou armazenamento magnético de acesso aleatório e coincidente.

1949 – Jay Forrester concebe a idéia de memória de núcleo magnético como é se tornar comumente usado, com uma grade de fios usada para endereçar os núcleos. A primeira forma prática se manifesta em 1952-53 e torna obsoletos os tipos anteriores de memória do computador.

1950 – A Ferranti Ltd. completa o primeiro computador comercial com 256 palavras de 40 bits de memória principal e 16K palavras de memória de tambor. Apenas oito foram vendidos.

1951 – Jay Forrester arquiva uma patente para a memória do núcleo da matriz.

1952 – O computador EDVAC é completado com 1024 palavras de 44 bits de memória ultra-sônica. Um módulo de memória principal é adicionado ao computador ENIAC.

1955 – Um Wang recebeu a patente dos EUA nº 2.708.722 com 34 reivindicações por núcleo de memória magnética.

1966 – A Hewlett-Packard lança seu computador HP2116A em tempo real com 8K de memória. A recém-formada Intel começa a vender um chip semicondutor com 2.000 bits de memória.

1968 – USPTO concede a patente 3.387.286 para Robert Dennard, da IBM, para uma célula DRAM de um transistor. DRAM significa Dynamic RAM (Random Access Memory) ou Dynamic Random Access Memory. A DRAM se tornará o chip de memória padrão para computadores pessoais que substituem a memória do núcleo magnético.

1969 – A Intel começa como projetista de chips e produz um chip de 1 KB de RAM, o maior chip de memória até hoje. A Intel logo passa a ser projetista notável de microprocessadores de computador.

1970 – A Intel lança o chip 1103, o primeiro chip de memória DRAM geralmente disponível.

1971 – A Intel lança o chip 1101, uma memória programável de 256 bits e o chip 1701, uma memória de somente leitura apagável de 256 bytes (EROM).

1974 – Intel recebe uma patente dos EUA por um “sistema de memória para um computador digital multichip”.

1975 – O computador de consumo pessoal Altair lançou, usa o processador 8080 de 8 bits da Intel e inclui 1 KB de memória. Mais tarde, no mesmo ano, Bob Marsh fabrica as primeiras placas de memória de 4 kB da Processor Technology para o Altair.

1984 – A Apple Computers lança o computador pessoal Macintosh. É o primeiro computador que veio com 128KB de memória. O chip de memória de 1 MB é desenvolvido.

 

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.

Ao continuar a usar o site, você concorda com o uso de cookies. Mais Informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close