A história do transistor – A pequena invenção que fez grandes mudanças

O transistor é uma pequena invenção influente que mudou o curso da história em grande escala para computadores e todos os eletrônicos.

História dos Computadores

Você pode olhar para um computador como sendo feito de muitas invenções ou componentes diferentes. Podemos citar quatro invenções-chave que causaram um enorme impacto nos computadores. Um impacto grande o suficiente para que possa ser referido como uma geração de mudança.

A primeira geração de computadores dependia da invenção de tubos de vácuo; para a segunda geração, eram transistores; para o terceiro, era o circuito integrado; e a quarta geração de computadores surgiu após a invenção do microprocessador.

O impacto dos transistores

Os transistores transformaram o mundo da eletrônica e tiveram um enorme impacto no design de computadores.

Transistores feitos de tubos substituídos de semicondutores na construção de computadores. Substituindo tubos de vácuo volumosos e não confiáveis ​​por transistores, os computadores agora poderiam executar as mesmas funções, usando menos energia e espaço.

Antes dos transistores, os circuitos digitais eram compostos por tubos de vácuo. A história do computador ENIAC fala muito sobre as desvantagens dos tubos de vácuo em computadores.

Um transystor é um dispositivo composto de materiais semicondutores (germânio e silício) que podem conduzir e isolar a chave Transistores e modular a corrente eletrônica.

O transistor foi o primeiro dispositivo projetado para atuar como um transmissor, convertendo ondas sonoras em ondas eletrônicas e resistor, controlando a corrente eletrônica.

O nome transistor vem do ‘trans’ do transmissor e ‘sistor’ do resistor.

Os inventores do transistor

John Bardeen, William Shockley e Walter Brattain eram todos cientistas dos Bell Telephone Laboratories em Murray Hill, Nova Jersey. Eles estavam pesquisando o comportamento de cristais de germânio como semicondutores em uma tentativa de substituir os tubos de vácuo como relés mecânicos em telecomunicações.

O tubo de vácuo, usado para amplificar música e voz, tornou a chamada de longa distância mais prática, mas os tubos consumiam energia, criavam calor e queimavam rapidamente, exigindo alta manutenção.

A pesquisa da equipe estava prestes a chegar a um fim infrutífero quando a última tentativa de tentar uma substância mais pura como um ponto de contato levou à invenção do primeiro amplificador de transistor “point-contact”.

Walter Brattain e John Bardeen foram os que construíram o transistor de ponto de contato, feito de dois contatos de folha de ouro em um cristal de germânio.

Quando a corrente elétrica é aplicada a um contato, o germânio aumenta a força da corrente que flui através do outro contato. William Shockley melhorou seu trabalho criando um transistor de junção com “sanduíches” de germânio tipo N e tipo P. Em 1956, a equipe recebeu o Prêmio Nobel de Física pela invenção do transistor.

Em 1952, o transistor de junção foi usado pela primeira vez em um produto comercial, um aparelho auditivo Sonotone. Em 1954, o primeiro rádio transistor, o Regency TR1 foi fabricado.

John Bardeen e Walter Brattain pegaram uma patente para seu transystor. William Shockley solicitou uma patente para o efeito de transistor e um amplificador de transistor.







Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *